Capa

Apesar de ser uma banda relativamente recente, tendo sido formada em 2010 na cidade de Bauru – SP, o Overhead Rock parece soar em “Ressaca”, seu disco de estréia em 2014 como um verdadeiro veterano do tradicional Rock n’ Roll.

Com influência de bandas como Velhas Virgens, Matanza, Baranga e das “estrangeiras” AC/DC e Motorhead, o quarteto abre mão de um rock despojado, sujo, com muito peso mas de qualidade inquestionável em seu debut.

“Ressaca” começa com a poderosa faixa que dá nome a banda, uma escolha perfeita para abertura da bolacha, visto sua forte letra e ritmo empolgante, uma ode a verdadeira essência rocker. “Tangente” é pesada, com boas melodias e mantém o astral no alto. “Muro” dá uma pisada no freio, sendo um pouco mais light que as duas músicas, mas nem por isso menos impactante. “Ressaca” talvez seja o carro chefe do disco de mesmo nome, uma música que nasceu para ser clássica, com uma sonoridade e letra totalmente Rock n’ Roll. “Vacilão” exagera um pouco em certos aspectos, mas sua levada quase Punk em seu final mostrou ser uma escolha bacana da banda. “Situações Incertas” é uma balada que poderia ter ficado um pouco deslocada do restante do álbum, mas sua boa execução diminui essa certa sensação de ‘‘objeto estranho no ninho”. “Pressagio” traz de volta o peso, apesar de possuir algumas nuances mais Pop/Rock.

Mas eis que surge o ponto máximo do álbum. And the Oscar goes to…Poderia tecer tratados filosóficos sobre o conteúdo de tal música, mas a seguinte estrofe fala por si só: “ Depois do porre vem o problema; você descobre, que a mina tem uma benga”. Não há como superar isso, e as últimas duas faixas, mesmo carregadas no peso, acabam passando despercebidas. E antes que surjam reclamações, falo tudo isso por um simples motivo: “Mina de Benga” é uma música sensacional, não há como ser mais Rock n’ Roll que isso.

Às vezes é legal dar uma respirada em meio a toda loucura do mundo, um mundo em quase sua totalidade sério e sisudo. E assim lembrarmos que a música também foi feita para divertir, descontrair e mostrar a importância da simplicidade também. Indico plenamente aos amantes do Rock n’ Roll.

 

Nota: 8,0

 

Formação atual:

Ivo Ferreira : Baixo

Brendel Alba : Bateria

Bruno Bevenutti : Guitarra

André Moreno : Guitarra e voz

 

10 Faixas – 38:18

Tracklist:

01.Overhead
02. Tangente
03. Muro
04. Ressaca
05. Vacilão
06. Situações Incertas
07. Presságio
08. Mina de Benga
09. Grande Guerreiro
10. ReEvolução