1528604_570036333072548_1154136819_n

Doro Pesch é a rainha do Metal. Só essa alcunha já é suficiente, não há necessidade alguma de outra demorada apresentação. Prestes a fazer alguns shows pelo Brasil (São Paulo dia 08 e Porto Alegre dia 09 de Março), ela concedeu essa entrevista mostrando muita simpatia e verdadeira admiração pelos seus fãs brasileiros. Celebrando trinta anos de carreira, a eterna musa fala sobre o Brasil, seu mais recente disco “Raise your Fist”, o mundo da música e até sobre o vinho e champanhe lançados em seu nome no ano passado.

 

Vicente – Você vai voltar a tocar no Brasil em março. Qual é a sua lembrança preferida dos outros shows aqui?

Doro: Quando penso em nossos shows no Brasil eu sempre me lembro dos grandes, surpreendentes, impressionantes, e mais loucos fãs, e das mais apaixonadas, carinhosas, super agradáveis e amáveis pessoas. A multidão sempre foi tão grande e eu me senti muito, muito amada desde o primeiro até o último segundo no palco e isso me inspirou tanto, que eu estou totalmente, totalmente animada para voltar em algumas semanas e eu não posso esperar para ver os mais incríveis fãs do mundo!!!! Em breve…

Vicente –  O que você espera destes novos shows aqui?
Doro: Espero que os shows sejam tão altos e selvagens como os shows anteriores e eu vou dar, pelo menos, mais de 1000% para agitar com o público.

1441233_542194832523365_588093703_nVicente – E o que os fãs daqui podem esperar da Doro?

Doro: vamos tocar tooooodddooossss os destaques de todos os nossos discos, muitas músicas de metal mais oldschool, músicas do Warlock, as novas canções do “Raise your Fist”, algumas surpresas e muitos hinos para os headbangers… e os fãs podem pedir pelas músicas que querem ouvir nos encores (bis), vamos preparar todos os tipos de músicas …. o que faz esse show realmente especial. Eu costumo ir pelo tato e instinto, e eu sempre tento sentir o que os fãs gostariam de ouvir e mudamos o nosso setlist para tornar esta noite inesquecível..

Vicente – Para você, quais são as músicas que nunca pode estar fora do set list de seu show?

Doro: Eu acho que “I rule the ruins”, “All we are”, “Burning the witches”, “Raise your fist”, “Fuer immer”, “Earthshaker Rock” são músicas que sempre quero tocar no nosso setlist. Elas sempre fazem com que eu me sinta bem e estou feliz de tocá-las e ver a reação dos fãs.

Vicente – Você já tocou em muitos países no mundo em todos estes anos. Você acha que esses dias são melhores ou piores para as bandas, em especial para você?

Doro: Eu acho que os tempos são muito bons para o Metal os shows e especialmente festivais. Ouvi dizer que muitos festivais para o próximo verão já estão quase ou totalmente esgotados…

Por exemplo, o Wacken festival já está esgotado e eu me lembro quando toquei pela primeira vez nesse festival, em 1993, havia talvez 2000 fãs lá e agora é sempre cerca de 80 000 fãs de todo o mundo. Isso definitivamente mostra que o metal está em boa forma e que muitas pessoas estão interessadas… Mesmo admitindo que ainda somos como algum tipo de foras da lei…. Mas eu gosto disso… Não é tão conservador e normal. Acho que os Metalheads são pessoas espetaculares com um coração de ouro. Estou muito feliz por fazer parte desta família do Metal.

Vicente – Vamos falar sobre o seu mais recente álbum, “Raise your Fist”. Como foi a gravação e a composição deste 163389_313812095361641_1121205256_n álbum?

Doro: A composição e a produção correram muito bem e foi muito divertido e nós gravamos e o mixamos ao redor do mundo. Conheci grandes pessoas, como Jacob Hansen na Escandinávia, por exemplo, e tivemos um tempo fantástico e me senti realmente envolvida desde a primeira música. A primeira música foi para homenagear e agradecer a Ronnie James Dio por sua música e vibração incrível e foi chamada Hero… E a última música Raise your Fist foi o dueto com Lemmy. Eu sempre tive grandes momentos com Lemmy no estúdio e ele sempre me dá arrepios quando ouço sua voz…

Vicente – E a reação dos fãs foi como você esperava?

Doro: oh sim, eu acho que os fãs realmente gostaram muito de Raise your Fist, e temos obtido um ótimo feedback e vi alguns comentários realmente agradáveis ​​em revistas especializadas.

Vicente – Você “quebrou” uma das maiores cenas machista do mundo, a cena do metal. E ainda continua a quebrar barreiras, com uma carreira sólida de 30 anos, e com quase 50 anos (realmente sinto muito falar isso) em uma ótima forma, talvez o melhor de toda a sua carreira. Como você pode explicar tanta energia?

Doro: para mim as pessoas mais importantes da minha vida são os fãs e eu sempre quero dar tudo de mim para dar aos fãs algo real, algo especial, algo que vai durar, é poderoso,  algo que é repleto de emoção e alma e vem profundamente do coração … E é sempre uma grande honra tocar para os fãs e quando eu sinto que há uma ligação profunda, isso me enche de tanta energia e inspiração, é inacreditável… Eu devo tudo aos meus grande fãs, que me apoiaram por um longo tempo …. Obrigado, obrigado, obrigado rapazes e garotas.

Vicente – Dusseldorf vai ver uma grande festa em maio próximo, certo? O que você espera deste evento histórico?

Doro: oh, eu acho que vai ser uma grande festa por 2 noites e com muitos convidados especiais …… Mas, sinceramente, agora penso somente na próxima turnê na América do Sul e, especialmente, no Brasil que é prioridade e eu estou muito ansiosa em saltar no avião e começar tudo…

263349_153794478030071_6747041_nVicente – Você lançou o ano passado sua própria marca de vinho e champanhe. Como foi essa experiência para você? Você deveria trazer alguns exemplos para seus fãs brasileiros, certo?

Doro: oh sim, eu espero que eles me deixem trazer essas coisas no avião, pode ser complicado. Eu não sei se é permitido… Eu tenho que verificar… O gosto é muito, muito bom e eu pensei para celebrar o grande aniversário, comemorar tudo isso com um pouco de champanhe… Mas o que é chamado de vinho tinto Herzblut tem um gosto muito bom também. Na década de 80 tivemos a nossa cerveja Warlock e que foi um item de colecionador legal, muito forte também.

Vicente – Em poucas palavras, o que você acha sobre essas bandas:

Dio: a minha maior inspiração como vocalista e um dos músicos mais importante no heavy metal… Eu o amo e sinto muita falta dele

Accept: uma das maiores bandas de metal alemão

Judas Priest: foi a minha primeira grande turnê na Europa na década de 80 e foi a minha banda favorita de metal… Quando tivemos a oportunidade de abrir para o Priest eu imediatamente larguei meu trabalho… E eu nunca me arrependi… Aquela turnê foi incrível

Scorpions: somos grandes amigos e eles abriram muitas portas para outras bandas alemãs. Isso significou tanto para mim, que eles vieram para celebrar o nosso 25 º aniversário com a gente…

Iron Maiden: grande inspiração e ainda uma das bandas de metal mais importantes do mundo

Vicente – Finalmente, por favor, deixe uma mensagem para todos os brasileiros que amam o som e toda a carreira de Doro Pesch

Doro : Meus queridos fãs brasileiros, eu estou tão animada para vê-los muito em breve e eu não posso esperar por isso … Eu estou muito feliz de tocar no Brasil de novo e eu quero agradecer por todo o apoio e confiança e sua crença em mim.

Eu amo vocês com todo o meu coração, para sempre …

Fur immer, de sua Doro Pesch

562440_279418182134366_2036511702_n