foto MDR1

Na década de 90 surgiram algumas bandas que realizaram a junção do rock com o humor, muitas delas explodiram no nosso país, como Raimundos, Mamonas Assassinas, Virguloides (alguém ainda lembra deles? Nem eu sei como desenterrei isso). Claro, todos em seus próprios estilos. No sul o grande expoente desse “gênero”, digamos assim, foi a Maria do Relento, que aliava um grande rock n’ roll com letras bem humoradas, ou como os próprios dizem, bregas e despojadas. Durante o percurso de seus mais de 18 anos, a banda teve alguns percalços, mas ainda continua na ativa e. principalmente, divertindo-se com o que fazem, algo que nem todos conseguem. Nessa entrevista o vocalista Peppe Joe fala um pouco mais sobre a trajetória da banda, sempre de forma bem humorada e realista sobre o nosso cenário. Ao final vocês podem curtir os clipes de “Farofada Rock n’ Roll” e o muito legal “Um Tanto Estranho”.  

 

Vicente – Inicialmente como você avalia a trajetória da banda até este momento?

Peppe Joe – Em 2012 completamos 18 anos de estrada, acho que a banda conquistou muitas coisas legais nesse tempo, shows para grandes multidões, apresentações em outros estados do Brasil e certo reconhecimento nacional.  Nem tudo foi positivo, tivemos problemas com empresários e uma crise de identidade. A cara da Maria sempre foi a do rock brega, despojado, bem humorado, no entanto achamos que deveríamos mudar porque ficavam nos comparando com outras bandas, mas ninguém sabia que nossa história tinha começado bem antes delas. Esse foi um grande erro que praticamente fez com que tivéssemos que começar do zero. Depois vimos que foi uma puta cagada e voltamos a fazer o que sempre curtimos. O negócio é se divertir!

 

maria2012Vicente – Como tem sido a rotina de shows?

Peppe Joe – Hoje em dia temos família e outros trampos e a banda perdeu um pouco do foco, mas seguimos com uma média de cinco shows por mês. O público mudou bastante, mas a galera ainda se diverte bastante com a Maria.

 

Vicente – Seu último disco completo de estúdio foi “Sobras”, de 2007. Como foi a gravação do mesmo?

Peppe Joe – Na verdade o ultimo disco de estúdio oficial  foi o Terapia Kamikaze (2005). Gravamos em Porto Alegre em uma produção conjunta entre a banda e o produtor Luciano Albo. Foi um trabalho bem bacana que contou com a estreia de Guilherme Barros na guitarra solo. Na minha opinião é um dos melhores trabalhos da banda, mas que infelizmente pouca gente conhece. Quem quiser conhecer basta acessar o site da Trama Virtual e baixar de graça! O “Sobras” que foi lançado em 2007 é uma coletânea de sobras de estúdio. Tudo que gravamos nos CDs, mas não foi aproveitado. É legal porque tem coisa de 1994 e coisas de 2006. Foi distribuído apenas aos fãs pela internet. Também tem no site da Trama.

 

Vicente – Em 2012 saiu o Single “Farofada Rock n’ Roll”. Conte-nos um pouco sobre esse trabalho.

Peppe Joe – Nem todos moram em Porto Alegre e os encontros semanais para composição são difíceis de acontecer atualmente, mas em 2012 decidimos dar uma força a “Maria”. As pessoas nos shows pediam que a gente voltasse a compor, fizemos um esforço e novas coisas começaram a rolar. A Farofada começou a surgir em um final de ensaio, no momento das brincadeiras. A idéia dela e dos sons novos é tentar achar um meio termo entre os discos de 1995 e de 2005, entre o escrachado e o bom moço (risos).

 

Vicente – Vocês inclusive fizeram um vídeo para a música. Como foi a gravação do mesmo?

Peppe Joe – Sim, fizemos um clipe novo. A gente não fazia clipes a 8 anos (risos). E tivemos uma história bem bacana com nossos vídeos anteriores. Conhece o Mário e o Vagabundo concorreram na MTV. Sempre gostamos de clipes diferentes, meio doidos. O da Farofada Rock ‘n Roll não é diferente. Durante um show da banda acontece uma invasão de zumbis e no meio deles uma zumbi gostosona. Um nerd que estava no show se apaixonou por ela e era tão nerd que nem notou que ela era uma zumbi (risos)

 

Vicente – O rock gaúcho sempre teve muita força no cenário, com grandes bandas despontando desde aclipe13 década de 80. Como vocês vêem essa cena nos dias de hoje. Quais bandas vocês destacariam?

Peppe Joe – A mídia aqui sempre apoiou a cena local. A criatividade existe em todos os lugares, você só precisa apostar nela. Era uma bola de neve; Bandas surgiam, rádios tocavam, casas noturnas contratavam, um ciclo. Hoje as bandas novas não têm esse espaço, esse investimento…

Vicente – Quais são as suas maiores influências?

 

Peppe Joe – Silvio Santos, Roberto Carlos, Julio Iglésias, Ivo Holanda, Mussum (risos) Mas todos curtem o rock nacional e internacional dos anos 80. Curtimos Black Sabbath, Beatles, Foo Figthers, Nirvana…Tem muita coisa aí…

 

Vicente – Vocês gravaram o clipe da música “Um tanto Estranho” junto com os alunos da Apae de Santa Cruz do Sul. De onde surgiu essa idéia?

Peppe Joe- Essa música é do CD Terapia Kamikaze (2005) e sempre foi uma das minhas preferidas em toda a carreira da banda. Sempre achei que ela deveria ter um clipe e queria que fosse algo muito bacana. Tenho muito contato com a Apae de Santa Cruz, minha esposa trabalha lá e a realidade dos alunos tem muito a ver com a letra da música, achei perfeito linkar as duas coisas. Você se acha normal? O que é ser normal? Todos nós somos diferentes, pensamos diferentes e é isso que abordamos na música. Gravar esse clipe com os alunos da Apae foi sem dúvida nenhuma a coisa mais importante que já fiz em 18 anos de MDR. Pra assistir é só procurar no Youtube o clipe de “Um tanto Estranho”. O desconhecido gera preconceito, então “bora” mostrar essa galera alegre e cheia de vida!

 

Vicente – Uma mensagem para os fãs e amigos que curtem o trabalho da Maria do Relento e apostam na música nacional.

Peppe Joe – Pô, eu mando um forte abraço e agradeço a todos que curtem rock. Peço que compartilhem o som das bandas na internet, apóiem, prestigiem os shows nas suas cidades… Quem sabe a gente consiga superar essa onda sertaneja que invadiu o Brasil (risos).

Farofada Rock n’ Roll: http://www.youtube.com/watch?v=pwq7qfQH-PQ

Um Tanto Estranho: http://www.youtube.com/watch?v=5_L4nObrjKA

374007_481820111839059_1457127348_n