Foi lançada, dia 02 de Junho, a coletânea “Doomed Serenades”, do projeto “União Doom Metal Brasil”. Abrangendo dez bandas nacionais do gênero, ela é apenas parte de um projeto que promete ainda mais novidades. Sem dúvida alguma, isso era algo que estava faltando em nosso país, uma união de forças em prol do Metal, que muitas vezes é um assunto atacado inclusive dentro da própria cena. A “União Doom Metal” é um exemplo a ser seguido, pois desenvolve um trabalho sério, que irá trazer benefícios à todos, tanto para as bandas como para o público, sempre ávido por novidades.

Estas são as bandas que estão na coletânea:

Apocalyptichaos – Nemesis
Lacryma Sanguine – The House
Imago Mortis – Bring Out Your Dead
As Dramatic Homage – Ominous Force For Ascension
Tristis Terminus – Retreat Conscience
Mortarium – The Awakening Of The Spirit
De Profvndis Clamati – Quietive Of All Covet
Les Mémoires Fall – Deception
HellLight – The Light That Brought Darkness
In The Shadows – De Profundis (The Chorus Of The Damned)

Em Julho, também teremos o “Eclipse Doom Metal”, evento já tradicional do gênero, a ser realizado em São Paulo. Segue o release com maiores informações:

Eclipse Doom Festival é o  principal evento nacional voltado ao estilo Doom Metal.Com data marcada para este ano de 2012, em 15 de julho, contará com umas das mais antigas e conceituadas bandas de Doom Metal do país, a Hell Light (SP) orquestrando todo seu Funeral Doom. Ao seu lado, Mortarium (RJ),um trio de mulheres, que fazem um Doom Metal agressivo e repleto de sentimentos. Juntamente, a Les Mémoires Fall (SP), com belas melodias, sempre arrastadas e densas,  e finalmente a excêntrica O Mito da Caverna (SP) propagando o “Grindcore Morto”.Nesta edição do Eclipse Doom Festival, acontecerá o lançamento da 1 coletânea da União Doom Metal Brasil, a Doomed Serenades. Indubitavelmente, será uma noite repleta de atmosfera entre as luzes difusas do Manifesto Bar situado na Rua Iguatemi, 36 – Itaim Bibi, tornando São Paulo um pouco mais fria e cinzenta. 

Quem for das redondezas, não pode deixar de prestigiar tal evento, pois o Metal nacional precisa de todo o apoio necessário. As bandas não devem em nada as “Gringas”, e acredito piamente no sucesso de tais projetos, pois são feitos por quem entende e, principalmente, por quem ama o que faz.