Entrevista com a Banda Xandria (Alemanha)

3718_photo

Devo confessar que as próximas entrevistas que irão aparecer por aqui me trouxeram uma grande satisfação, por serem bandas e artistas os quais admiro o trabalho há pelo menos uma década, e também pela simpatia demonstrada em abordar vários temas, e a boa vontade e satisfação em conversar com um site brasileiro, algo que nem todo artista possui, principalmente após galgar alguns degraus de um pretenso sucesso. Obviamente que isso não quer dizer que não tenha me sentido realizado com muitas conversas anteriores, pois a grande maioria destas bandas eu tornei-me fã e amigo, e tenho certeza que daqui alguns anos continuarei a admirar o trabalho, mas me refiro e ser um fã mesmo, que finalmente tem a oportunidade de conhecer e conversar com seus ídolos, é apenas uma sensação diferente…

Enfim, estou simplesmente divagando, então vamos ao Xandria, banda alemã que completa este ano 15 anos de carreira. Apesar das inúmeras mudanças de formação, sempre os vi como uma das melhores do Gothic Metal do final dos anos 90 e início de 2000. Nesta entrevista, o fundador e guitarrista/tecladista/vocalista Marco Heubaum e a nova vocalista Manuela Kraller, falam sobre a carreira da banda e sobre seu mais recente disco, o bom e até mesmo mais pesado “Neverworld’s End”. Confiram o que a dupla tem a dizer…

 

Vicente – Conte-nos um pouco sobre os 15 anos de existência do Xandria

Marco: Xandria foi fundada por mim no final dos anos noventa para fazer um metal com uma grande atmosfera. Nosso álbum de estréia foi lançado em 2003, e, desde então, nós exploramos novas bases a cada álbum, levando o nosso lado criativo pessoal tão longe com nossa produção sinfônica, também abrindo um novo capítulo na banda com a entrada da nova vocalista Manuela.

Vicente – Depois de cinco discos completo e um bom par de singles, quais são as suas próximas metas?

Manuela: Tocar em quantos concertos e festivais forem possíveis! Mas o objetivo principal será o próximo álbum. Nós apenas começamos com a composição, mas não posso dizer mais sobre isso ainda. Só que os fãs podem esperar o som de metal sinfônico que tivemos no “Neverworld’s End” e algumas surpresas …

324290Vicente – Vocês lançaram este ano “Neverworld’s End”. Como foi a gravação do álbum?

Manuela: As gravações foram tanto no “Principal Studio” e também no Home Studio do Marco. As gravações vocais foram no “Weltraumstudios” em Munique. Tudo correu bem, pois desta vez fizemos várias versões demo realmente boas de antemão. Também foi tudo muito divertido, então eu estou realmente ansiosa para voltar ao estúdio!

Vicente – E a reação dos fãs foi como vocês esperavam?

Manuela: Foi ainda melhor do que esperávamos que fosse! Nós estávamos realmente animados nos dias anteriores do lançamento, porque você não consegue prever a reação. Mas os fãs nos surpreenderam: Foi quase todo o feedback positivo! Fomos e ainda somos gratos pelo apoio que temos. Isso significa muito para nós e nos mostra que estamos no caminho certo com o Xandria!

Vicente – A capa de “Neverworld’s End” é fantástica. De quem foi a ideia?

Marco: Obrigado! Eu tive essa idéia de uma criança sentada no mundo de suas fantasias, e ela foi realizada pelo incrivelmente talentoso Heile, também da Alemanha.

Vicente – Qual é a maior diferença entre “Neverworld’s End” e os demais álbuns do Xandria?

Manuela: A maior diferença foi a grande mudança no som. Em comparação com os outros álbuns o Xandria se tornou muito mais pesado e também muito mais sinfônico. Para mim esta foi à mudança perfeito, pois sempre fui à procura de música assim… Também os outros concordaram em tomar este caminho musical. Então nós fizemos e foi com absoluta certeza a decisão certa.

Vicente – Depois de algumas mudanças ao longo dos anos, como você vê a formação atual da banda?

Marco: Bem, na verdade não está completa, pois estamos em busca de um novo baixista atualmente. Mas eu, pessoalmente, me sinto mais confortável do que nunca com essa formação. Eu acho que agora nós podemos realmente alcançar o que desejamos!

Vicente – Vocês estão fazendo uma grande turnê com o Kamelot na Europa. Conte-nos um pouco sobre311906_10150327594985889_1226141463_n esses shows.

Manuela: A turnê tem sido uma das melhores que já tivemos! Recebemos um feedback bom em todos os concertos e para mim foi surpreendente ver quantas pessoas já cantaram nossas músicas ou usavam camisas do Xandria (risos). Parece que realmente conquistamos muito mais fãs através das últimas turnês e isso me fez muito feliz. Foi uma experiência maravilhosa estar quase um mês em turnê com essas bandas incríveis e conhecer tantas pessoas legais. E eu sou muito grata pelo apoio dos fãs e sua reação incrível que nos deram nos shows!

Vicente – Como está a cena na Alemanha para o Rock e Metal?

Marco: Eu acho que não tem muito que dizer sobre isso, porque a Alemanha é conhecida por suas famosas bandas de metal como Blind Guardian, Helloween, Scorpions, Rammstein etc… Mas o que eu posso dizer é que as pessoas são um pouco difíceis aqui, porque são expostas a uma quantidade enorme de shows a cada mês, assim você pode ver uma boa banda cada fim de semana, se você quiser. É realmente um teste tocar em grandes cidades da Alemanha (risos).

Vicente – O que vocês sabem sobre Rock e Metal no Brasil?

Manuela: Nada ainda, para ser honesta…

Marco: Eu sei que há um monte de bandas de metal realmente boas, como Krisiun e, claro, o Sepultura, que foi uma das minhas primeiras bandas favoritas de metal! E sabemos que os fãs são realmente ótimos, eles sabem como celebrar um show, com certeza!

Vicente – Em poucas palavras, o que vocês pensam sobre as seguintes bandas:

Nightwish:

Manuela: A razão pela qual eu queria me tornar uma cantora de metal, uma de minhas bandas favoritas!

Marco: Uma das minhas bandas favoritas, também, e a única “banda sinfônica com vocal feminino” que eu realmente ouço com alegria pessoal hoje em dia.

Sirenia:

Manuela: Para ser honesta eu não os conheço tão bem para dar uma declaração…

Marco: O mesmo para mim.

Epica:

Manuela: Ótima banda! Foi um prazer fazer uma turnê com eles!

Marco: Concordo, grandes caras, foi uma época fantástica com eles na estrada!

Lacuna Coil:

Manuela: Eu amei os primeiros álbuns, eles tinham uma atmosfera muito especial…

Marco: Sim, os dois primeiros álbuns tiveram um encantamento especial.

Within Temptation:

Manuela: A música “Jillian” foi uma das primeiras músicas de metal que eu cantei… Eu me apaixonei por essa banda desde o primeiro momento que ouvi e eu ainda os ouço muito. Eu também gosto do novo material e da voz da Sharon…

Marco: Oh sim, talvez também seja uma banda do gênero que, por vezes, escuto – especialmente o último álbum, que é algo brilhantemente executado “Kim Wilde em um som mais místico”, um grande passo para a banda, e EU GOSTO de Kim Wilde!

 

Vicente – Por fim, deixe uma mensagem para todos os brasileiros que curtem ou queiram saber muito mais sobre o som de Xandria

Manuela: Olá a todos os fãs brasileiros! Espero realmente que possamos chegar o mais rápido possível a visitar o seu país, fazer alguns shows e curtir com todos vocês!

 Clipe “Valentine”:  http://www.youtube.com/watch?v=Rx9OoLwiAho

557546_10150674278970889_450830525_n

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: